Click



quarta-feira, 30 de março de 2011 13 estranhos conhecidos

Valquiria



Estava sentada na orla*, deliciosamente sentindo o friozinho do cair da noite, olhando o céu e respirando. Relaxando! Acendi um cigarro e a conversa da tarde voltou à minha mente. 

Desde que me conscientizei que sou diferente da maioria das pessoas da minha idade, passei a potencializar isso e me orgulhar das diferenças. O julgamento dos outros deixou de ser importante quando notei a impossibilidade de conciliar minha felicidade com as expectativas que alimentavam a meu respeito. 

Fossem meus pais, meus amigos ou namorados, ou gostavam de minha atitude ou se afastavam. Meu pai repetiu-me uma frase que trago comigo: “Vive de tal maneira que ninguém peque por tua culpa, e age de tal forma que ninguém sofra por tua causa!” E minha mãe ensinou-me que o corpo é uma jóia que nos foi dado de presente pelo Criador dos Mundos para que possamos atuar na Terra, aprender, desenvolver habilidades e abandoná-lo quando o tempo para isso chegasse. Dizendo isso, ela concluiu falando que o pudor é o sentimento de cuidado com esse corpo, sem atrair sobre si o pecado dos outros, o que me tornaria culpada por um erro! 

Assim moldei minha personalidade. A meiguice que pode ser notada em mim não deve, de forma alguma, ser confundida com fraqueza. Sou extremamente severa, primeiro comigo mesma, depois com os outros. Ciente de meus defeitos, não julgo a ninguém. Sendo assim, não admito ser julgada. 

Minha infância foi muito alegre, a proximidade com a natureza ensinou-me o amor, não o egoísta e possessivo, mas o amor que implica em severidade e limites. O amor que não chama para trás quem está prestes a cair num abismo sem notar o perigo, mas que puxa, ainda que de maneira brusca e rude, garantindo o salvamento. Tal qual quem está se afogando é salvo pelos cabelos para que não se agarre, desesperado, no pescoço do seu salvador, afogando a ambos. 

Já a adolescência foi muito difícil. Na cidade grande, em escolas de pessoas muito diferentes de mim, a dor da rejeição, aprendizagem de decepções e traições, do que é a mentira, fizeram com que eu tomasse caminhos tristes, de muito sofrimento, magoas, angustias, e muita, mas muita dor mesmo. Deixei guardado tudo que havia aprendido na infância, que só foi despertar depois de muitas lágrimas. Foi assim que aprendi a confiar em mim, que ninguém é merecedor dessa confiança única que minha própria voz gritava dentro, no fundo da minh’alma. E chorando, aprendi o valor do sorriso. E a lição mais importante da minha vida. O mais importante na vida do ser humano é a confiança. 

Após essa divagação sobre mim, volto à conversa dessa tarde. Conversava com um novo amigo – virtual - no MSN. Este, sem conhecer-me pessoalmente, disse ver-me muito meiga e menininha, sem nenhum atrativo especial. Isso remeteu-me a um poeta que encantou-me e rouba-me os pensamentos mais cálidos e francos. Este ultimo vê-me mulher de personalidade. 

Quantos sentimentos o mundo virtual provoca. Não os julgo por suas opiniões a meu respeito. Não sou livro aberto, realmente, não o sou. Sou entrelinhas. Sou ser metamorfo que, feliz e orgulhosamente, erra, mas sempre cresce, aprende e se modifica. Sou camaleoa que se adapta ao ambiente. Sou atriz de qualquer papel. Choro por amor, por amigos, por dores que não me pertencem. Sou exatamente como sou, seja isso como for. Sou feliz!








* Orla: Adorno (na margem ou na extremidade).

terça-feira, 29 de março de 2011 2 estranhos conhecidos

Uma pequena cheia de talento

Trecho do texto Dia Colorido,

Por Bia Menezes:

"Era um dia gelado e chuvoso, com muitas trovoadas, e eu morro de medo de trovoadas, do gigante barulho que elas fazem. Sempre que isso acontece, minha mãe me dá um aboraço bem forte, e o medo passa.


[...]"


Qual a idade para se descobrir escritor?!
Qual a receita para se escrever?!

Eu indico hoje, com muito orgulho,
essa pequena e linda menina,
jovem blogueira
e já, inevitavelmente, escritora!
Visitem e comentem:


Por Beatriz Menezes

Beijinhos amores ♥

Me contem o que acharam e se eu tenho razão...

^_^•
segunda-feira, 28 de março de 2011 6 estranhos conhecidos

TELEGRAMA DO JUVENAL


O Juvenal estava desempregado há meses... Com a resistência que só os brasileiros têm, o Juvenal foi tentar mais um emprego em mais uma entrevista.

Ao chegar ao escritório, o entrevistador observou que o candidato tinha exatamente o perfil desejado, as virtudes ideais e lhe perguntou:

- Qual foi seu último salário?

- "Salário mínimo", respondeu Juvenal.

- Pois se o Senhor for contratado, ganhará 10 mil dólares por mês!

- Jura?

- Que carro o Senhor tem?

- Na verdade, agora eu só tenho um carrinho pra vender pipoca na rua e um carrinho de mão!

- Pois se o senhor trabalhar conosco ganhará um Audi para você e uma BMW para sua esposa! Tudo zero!

- Jura?

- O senhor viaja muito para o exterior?

- Que nada! O lugar mais longe que fui foi pra Belo Horizonte,
visitar uns parentes, mas já faz tempo...


- Pois se o senhor trabalhar aqui viajará pelo menos 10 vezes por ano, para Londres, Paris, Roma, Mônaco, Nova Iorque, etc.

- Jura?

- E lhe digo mais.... O emprego é quase seu. Só não lhe confirmo agora porque tenho que falar com meu gerente. Mas é praticamente garantido. Se até amanhã (6ª feira) à meia-noite o senhor NÃO receber um telegrama nosso cancelando, pode vir trabalhar na segunda-feira com todas essas regalias que eu citei. Então já sabe: se NÃO receber telegrama
cancelando até à meia-noite de amanhã, o emprego é seu!

Juvenal saiu do escritório radiante. Agora era só esperar até a meia-noite da 6ª feira e rezar para que não aparecesse nenhum maldito telegrama.

Sexta-feira mais feliz não poderia haver. E Juvenal reuniu a família e contou as boas novas. Convocou o bairro todo para uma churrascada comemorativa à base de muita música.


Sexta de tarde já tinha um barril de chope aberto... Às 9 horas da
noite a festa fervia. A banda tocava, o povo dançava, a bebida rolava
solta.


Dez horas, e a mulher de Juvenal aflita, achava tudo um exagero... A
vizinha gostosa, interesseira, já se jogava pro lado do Juvenal. E a banda
tocava! E o chope gelado rolava! O povo dançava!


Onze horas, Juvenal já era o rei do bairro. Gastara horrores para o
bairro encher a pança. Tudo por conta do primeiro salário. E a mulher
resignada, meio aflita, meio alegre, meio boba, meio assustada.


Às onze horas e cinqüenta e cinco minutos, vira na esquina buzinando
feito louco, um cara numa motoca amarela... Era do Correio!




A festa parou!




A banda calou!




A tuba engasgou!




Um bêbado arrotou!




Uma velha peidou!




Um cachorro uivou!




Meu Deus, e agora? Quem pagaria a conta da festa?




- "Coitado do Juvenal"! Era a frase mais ouvida.



- Joguem água na churrasqueira!




O chope esquentou!




A mulher do Juvenal desmaiou!




A motoca parou!




O cara desceu e se dirigiu ao Juvenal:


(QUE AGONIA.....ANDA LOGO!!!)

- Senhor Juvenal Batista Romano Barbieri?




- Si, si, sim, sô, sô, sou eu...




A multidão não resistiu...




OOOOOHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!




E o cara da motoca:




- Telegrama para o senhor...




Juvenal não acreditava...




Pegou o telegrama, com os olhos cheios d'água, ergueu a cabeça e
olhou para todos.




Silêncio total.




Não se ouvia sequer uma mosca!




Juvenal respirou fundo e abriu o envelope do telegrama tremendo,
enquanto uma lágrima rolava, molhando o telegrama.




Olhou de novo para o povo e a consternação era geral.




Tirou o telegrama do envelope, abriu e começou a ler...




O povo em silêncio aguardava a notícia e se perguntava:




- E agora? Quem vai pagar essa festa toda?




Juvenal recomeçou a ler, levantou os olhos e olhou mais uma vez para
o povo que o encarava...




Então, Juvenal abriu um largo sorriso, deu um berro triunfal e
começou a gritar eufórico






- Mamãe morreeeeuuu!


-Mamãe morreeeeuuu!!!!!!



4 estranhos conhecidos

Supermercado (Blog Passando o Tempo...)

Trecho do texto Supermercado,

magnificamente escrito por Will...


"[...]

Impossível um atento admirador da melhor obra do criador, como eu, não seguir o primeiro mandamento do Apóstolo Drummond: “sejamos pornográficos, docemente pornográficos”. Observem uma bela mulher no mercado! Faz bem aos olhos, como colírios. Diante daquela paradinha para apanhar um objeto na prateleira mais alta, se alongam como se fossem a corda de um arco, teso, prestes a lançar um dardo flamejante em seu admirador, e lança. Ao apanhar outra mercadoria nas gôndolas mais baixas, aí o mundo incendeia-se.

[...]"

A plenitude de um arfar masculino por seduções diáfanas, imperceptíveis, dessas que suspiramos sonhadoras, dessas que fazemos quase proposital-inconscientemente...

Confiram o texto, é esplêndido!

^_^•





Postagem Supermercado.

Obrigada Will, por nos
notar!
sexta-feira, 25 de março de 2011 6 estranhos conhecidos

Um amor Romeu & Julieta



Sempre sonhei viver um grande amor! Um que fosse maior que tudo, da mesma concepção de Romeu e Julieta.

Mas não esperava me tornar uma Julieta. Não esperava ter de morrer para amá-lo. Hoje ele vai se casar.

Sua esposa não tem a beleza que agrada aos olhos dele, como um dia eu mesma tive, como ele mesmo exaltava a quem quisesse e pudesse ouvir.

Causamos mil transtornos entre familias e interesses. E aconteceu...

O sacrifício maior que um ser humano pode fazer por outro!

Eu não poderia fazê-lo feliz se meu entrosamento familiar fosse maior que o meu amor por ele. Não há como conciliar duas vontades, duas estradas opostas, uma bifurcação de decisão.

Qual o preço que se paga por uma escolha errada? Eu não sei. Mas sei bem a dor que causa qualquer escolha que se faz.

Eu escolhi viver por mim, sabendo por consciência que meu amor não era saudável para ele! E por consciência de que ele me esqueceria (ainda que por ter de esquecer!), eu o deixei. Foi triste.

A tarde ensolarada, o dia ameno, o carinho, os beijos, os toques, o amor feito com cuidados de quem preserva... E o fato é que eu não estava ali. Em automaticidade, feito um robô sem coração, proferi a sentença:
Acabou...

Mais como um sussurro de notícia inevitável, com toda a carga de paixão latente, com todo o desejo de dali dois dias pulsando na veia naquele momento... eu o fiz!

Hoje, hoje faz mais de um ano...

"O tempo... passou e passou lento...
Eu vi cada dia escorregar sem você!"

Jamais haverá um esquecimento. Mas sempre um desejo de que a felicidade seja reinante na vida do outro.
Hoje... Hoje meu peito dói, mas sei que ele será muito feliz.

Espero que seja!

Viver tem de ser intenso, tudo! E os três meses que ficamos juntos tiveram intensidade de uma vida.

Não há arrependimentos da decisão tomada, apenas caminhos que podem ser trilhados daqui pra frente!
E assim será.

○♥".*○♥".*○♥".*○♥".*○♥".*○♥".*○♥".*○♥".*○♥".*○

Meu amado, se estiver lendo isso, saiba que desejo a ti toda a felicidade do mundo,
não chamarei mais a tua eleita de "sem sal", nem direi a ninguém o quanto 
te amo
 mais que tudo... que é pra ela não ficar sabendo.

E quando nos esbarrarmos na rua, nos olharemos nos olhos,
nos abraçaremos um segundo, e tudo caberá num abraço.

O sorriso não há de nos denunciar. Seremos velhos amigos, 
andando em qualquer direção...

Todas as músicas do rádio que nos fazem lembrar nós dois,
daqui alguns anos, quando nos vermos, serão desenterradas por 
algum radialista saudosista... e nós nos lembraremos de nós!

Eu te amo... Sempre!





quinta-feira, 24 de março de 2011 6 estranhos conhecidos

O Poeta e a Musa


Amor de Sempre

Há um encanto do outro lado da rua
do outro lado da linha
ali! Outra vida

Foi a benção do nascer da Lua
minha sina de manha
tua boca linda

Desabrocho nos olhos. Sou nua
que nutrir sentimento aninha
e me fazes a Musa incontida


Por Valquiria


A homenagem é para que conheçam
duas pessoas lindas
encantadoras
cheias de muito amor!

A primeira pessoa é o Poeta, lindo poeta de musas,
fascinador de tempos, encantador de palavras.
Marcos Alderico nos presenteia com suas lindas Poesias Partidas.

Ao fim da linha do destino, a Musa, 
encantada de meninices palhaças,
fascinada por poesias 
estilhaços de história, ternuras e devaneios!
Auxiliadora nos encanta com seus versares sóbrios 
desenhados apenas a ele, o Poeta, Só pra Você.

Visitem, me contem!

Beijinhos amores!!!




Blog: Poesias Partidas
Por Marcos Alderico


Blog: Só por você
Por Auxiliadora Martins
2 estranhos conhecidos

A união faz a força

Este site alemão e está promovendo uma votação importante e séria. 
Um juri internacional selecionou e indicou blogs nas mais variadas categorias


E entre os selecionados está o Lost in Japan.
Pois o Lost in Japan está concorrendo na categoria mais legal de todas, 
a "Melhor Uso da Tecnologia para o Bem Social".





Perdido no Japão IDIOMA: PORTUGUÊS
Mais de um milhão de pessoas com ancestrais japoneses vivem no Brasil e 250.000 deles retornaram ao Japão. Alexandre, que dirige Lost in Japan e viveu no Japão durante sete anos, é um deles. Após o terremoto de março e tsunami devastou grande parte do Japão, ele voltou seu blog em um centro de intercâmbio de informações específicas para este grupo de expatriados. Ele também ajudou as pessoas a re-estabelecer contato uns com os outros. 

VAMOS VOTAR NO ALEXANDRE, É FÁCIL E RÁPIDO. 
TEMOS ATÉ O DIA 11/04 PARA 
VOTAR

clique: The Bob'S

É IMPORTANTE QUE VOCÊ SELECIONE A 
CATEGORIA DO BLOG 

"Melhor Uso da Tecnologia para o Bem Social"

E O BLOG 


ANTES DE VOTAR.

IGUAL COMO ESTÁ NO QUADRO ACIMA.
DÚVIDAS? 
DEIXE UM COMENTÁRIO.



A união entre irmãos é que nos difere
dos monstros que só
destroem nosso Amado Planeta
ferindo a Mãe-Natureza!
Esperança ♥

Obrigada, amores, pela atenção ♥

A vontade tem de ser nossa.



7 estranhos conhecidos

Mundo Virtual

Como é que pode?
que estranha natureza é essa - a Humana - que se diversifica em cada ato?
Olha só eu, Valquiria, menina de 24 anos, sempre odiei tecnologias, ficar no PC em msn, redes sociais, viver a base de conversas virtuais... E ainda ver quem se apaixone dessa maneira...

E olha só, eu, PAGANDO A LINGUA! Encontrei no meu blog tanta vontade de viver, tanta poesia, tanta inspiração, que (JURO PRA VCS) jamais imaginei.

Amo esse espaço, onde conheço encantos mil de dentro do Brasil e do resto do mundo!
Nem acredito quando olho e vejo um Portugues, um Americano, um Phillipinense"" rsrs

E me vejo apaixonada por um, e a melhor amiga de outros... e fascinada por tantos!
Quisera unir isso ao meu mundo, convidá-los a tomar um tereré, sentar na calçada de casa.
Contar histórias e rir, declamar poesias... Beber, sair!

Eita, e nesse mundo virtual, até isso a gente faz! A gente toma chá, café da manhã, almoço e jantar, tudo em companhia do outro!
Não sou muito dada a textos longos, mas hoje eu quis desabafar.
O motivo é simples, a Soninha, e NoSsA que paixão que tenho por essa menina, está com 100 "seguidores"... com 100 amigos que se mostram a ela, interagem (entre eles EU)... 

Me lembro logo que criei o meu Bloguinho!!! Roseira Ferida, e tinha lá, como "seguidor", eu e o Poeta... o Leandro, o meu EX, a minha melhor amiga... Eita, que eu já me sentia mesmo tão feliz com aquilo!!!

Eram as pessoas mais importantes que vinham me visitar, e as vezes nem vinham, e nem vem mais... Mas me deram força no inicio!
Eu tinha 1, as vezes 2 acessos por dia... quando tinha!!! ^_^•

E é muito gostoso. Por isso, Soninha, parabéns por teus espaços, por ser tão linda e singela que conquista teus amigos assim, num mes os fascina e os encanta, e os prende a ti por meio de tua doçura!

Parabéns amorinha!

Obrigada por perderem uns minutinhos lendo as bobices dessa guria aqui!!!

Carinho do fundo do coração, meu queridos.

Beijos e beijos ♥
quarta-feira, 23 de março de 2011 5 estranhos conhecidos

O Poeta (Por Ediney Santana)



Trecho do texto: O Poeta

"[...]

Sendo assim mesmo que você nunca tenha escrito um verso se quer, mas olha tudo com a curiosidade de uma criança a imprimir no objeto da sua atenção uma marca pessoal, acredite você é um poeta.

[...]"


Por Ediney Santana





Eu tenho unsss amigos lindos que dizem a frase em solene tristeza:
- Eu não sou poeta, não sei fazer poesia!
Em visita aos referidos blogs, em geral, encontro as poesias mais encantadoras.
Por vezes em imagens belíssimas,
outras tantas em citação a outros poetas.
O fato é que encontrei um alguém
que pensa exatamente como eu.
Eu o coloco como referência de uma geração,
um homem de visão, cheio de
garra e sonhos
que delineia esplendidamente em cada texto.
Também é poeta,
posso afirmar!

Ediney Santana
Postagem: O Poeta

4 estranhos conhecidos

Eu sou sua ♥




Há dias em que nada parece fazer mesmo muito sentido.
Hoje meu dia é assim, eu abro um sorriso 
e nem sinto seu suspiro,
nem a fragrancia dos lábios 
nem os ruídos dos beijos...

Ahh! Dia avesso...!
Queria ter-te comigo,
ter do meu peito, domínio,
ter só um momento de paz.
Ouvir uma vez tua voz,
aninhar meu olhar nos teus olhos...
assim!
Somente...


Beijinhos queridos...
terça-feira, 22 de março de 2011 0 estranhos conhecidos

Musiquinha *-*




Asa Morena
Composição: Zé Caradípia


Me faz pequena
Asa Morena
Me alivia a dor
Aliviando a dor que mata
Me faz ser teu amor...(2x)

Me toma no crescer
De um beijo muito louco
Me implodindo aos poucos
No universo a desvendar
A vastidão do teu amor...

Me toma sem pensar
Num gesto muito forte
Unindo o sul e o norte
Do meu corpo
Frágil corpo
Com a mais pura emoção...

Me faz pequena
Asa Morena
Me alivia a dor
Aliviando a dor que mata
Me faz ser teu amor...(2x)

Me toma no crescer
De um beijo muito louco
Me implodindo aos poucos
No universo a desvendar
A vastidão do teu amor...

Me toma sem pensar
Num gesto muito forte
Unindo o sul e o norte
Do meu corpo
Frágil corpo
Com a mais pura emoção...

Me faz pequena
Asa Morena
Me alivia a dor
Aliviando a dor que mata
Me faz ser teu amor...

Me toma no crescer
De um beijo muito louco
Me implodindo aos poucos
No universo a desvendar
A imensidão do teu amor...

Me toma sem pensar
Num gesto muito forte
Unindo o sul e o norte
Do meu corpo
Frágil corpo
Com a mais pura emoção...

Me faz pequena
Asa Morena
Me alivia a dor
Aliviando a dor que mata
Me faz ser teu amor...(2x)


0 estranhos conhecidos

Mulher Pequena





Mulheres são estrelas no céu
de homens que as notam
as amam
as fascinam com gestos
músicas
poesias
Mas sua vida é simplesmente
por amá-las...


Por Kirinha ♥

2 estranhos conhecidos

Blog Aos Olhos da Alma

Trechos do texto 

NEM TODOS DIZEM EU TE AMO

Postado por Marlene


♥♥♥♥---♥♥♥♥
"Luciana, você pegou a chave do meu carro?" "Eu nem sei dirigir, Antônio" "Droga, vê se eu não deixei do lado do cinzeiro" "Tem dó, Antônio, tô saindo de casa" "Custa você
 me dar essa força?" "Não tá do lado do cinzeiro, já olhei" "E embaixo da cama?" "Capaz que vou me ajoelhar pra olhar lá embaixo,
    tô de meia-calça nova!" "Muito obrigado, viu?" "Irônico"
 "Imprestável" "Vê se não me amola, tchau, te amo". Despedidas
                             mecânicas.


  Um "te amo" dito por hábito perde todo o sentido, é só mais uma frase, como "me passa o sal". Nada nos deixa mais carentes do que ouví-la 500 vezes, como se estivéssemos namorando um papagaio bem
  treinado. Minto: tem, sim, uma coisa pior. Não ouvir nunca.
♥♥♥♥---♥♥♥♥

Por Martha Medeiros


Confiram a postagem, é um clássico inspirador!!!


Quando o amor foge por uma porta
vem da janela o raio lívido
poeira dourada
Encantamentos de olhos
de alma
de novos delírios
nos fazem chorar
sorrir
apaixonar
encantar
E sofrer
sentir o peso do adeus
a decepção da traição
o desconforto do ciúme
Mas o mais estranho
é quando volta
e sempre volta
e volta mais forte
mais belo
mais surreal
mais eterno!

O amor é incandescente demais
para ir e não voltar
para ignorar encontros -
Que bom!
Assim vivemos
e amamos
Assim somos felizes -
ainda que discordemos
de tudo
de todos
e de nós mesmos - Principalmente!

^_^•

Por Valquiria


0 estranhos conhecidos

Uma história de Vida (Blog Nectan Reflexões)

Trecho do texto
UMA HISTÓRIA DE VIDA, Postado por Jorge!




"[...]

- "Aqui eu os entrego o Amor totalmente morto e esquartejado."

E sem dizer mais nada já estava saindo.

"- Espera.... - disse o Ódio

- Em tão pouco tempo você eliminou-o completamente, deixando-o 

desesperado e por isso mesmo não fez o menor esforço para viver!

Quem é você?".

O sentimento pela primeira vez levantou seu horrível rosto 
e disse:

-"Sou a rotina".

[...]"


Encontrem o texto na integra no blog do meu querido Jorge,

sempre tão gentil e tão sensível a encontrar textos.



Ficamos tão entretidos com problemas,

alguns que não existem


alguns que inventamos pra nos 

sentirmos capazes
de superar

alguns que se nos impõem por insegurança


alguns que, se olharmos bem
nem valem a pena serem mencionados


que acabamos por nos acomodar
numa confortável rotina


e deixamos o Amor morrer!



Beijinhos amores
0 estranhos conhecidos

O pior inquilino do mundo



Você mora de aluguel ?


Se sente infeliz ?


Então, talvez lhe conforte saber que existem pessoas em situação pior que a sua.



O pior inquilino do mundo é o espermatozoide.
Mora com milhões de irmãos na casa do cacete.

O apartamento é um ovo.
O prédio é um saco.
Os vizinhos da frente, uns pentelhos.
O de trás só faz merda.


E, ainda, o proprietário, quando fica duro, bota todo mundo pra fora.



E você ainda reclama da vida!!!



1 estranhos conhecidos

O amor, na teoria, é lindo!


O noivo escreveu um poema pra noiva um pouco antes do casamento:


Que feliz sou eu, meu amor!.*
Já, já estaremos casados.*
O café da manhã na cama.*
Um bom suco e um pão torrado.*

Com ovos bem mexidinhos.*
Tudo pronto bem cedinho.*
Depois irei para o trabalho.*
E você para o mercado.*

Daí você corre pra casa.*
Rapidinho arruma tudo.*
E corre pro seu trabalho.*
Para começar o seu turno.*
Você sabe que de noite.*
Gosto de jantar bem cedo.*
De ver você bem bonita.*
Alegre e sorridente.*

Pela noite minisséries.*
Cineminha bem barato.*
Nada, nada de shoppings.*
Nem de restaurantes caros.*

Você vai cozinhar pra mim.*
Comidinhas bem caseiras.*
Pois não sou dessas pessoas.*
Que gosta de comer besteiras....*

Você não acha, querida.*
Que esses dias serão gloriosos?.*
Não se esqueça, meu amor.*
Que logo seremos esposos!.*



Como resposta, a noiva 
escreveu um poema para o noivo



Que sincero meu amor!.*
Que oportunas tuas palavras!.*
Esperas tanto de mim.*
Que me sinto intimidada.*

Não sei fazer ovo mexido.*
Como sua mãe adorada.*
Meu pão torrado se queima.*
De cozinha não sei nada!.*

Gosto muito de dormir.*
Até tarde, relaxada.*
Ir ao shopping fazer compras.*
Com o Visa tarja dourada.*

Sair com minhas amigas.*
Comprar só roupa de marca.*
Sapatos só exclusivos.*
E as lingeries mais caras.*

Pense bem, que ainda há tempo.*
A igreja não está paga.*
Eu devolvo meu vestido.*
E você seu terno de gala.*

E domingo bem cedinho.*
Prá começar a semana.*
Ponha aviso num jornal.*
Com letras bem destacadas:


HOMEM JOVEM E BONITO.*
PROCURA ESCRAVA BEM LERDA.*
PORQUE SUA EX-FUTURA ESPOSA.*
MANDOU ELE IR À MERDA!.*


Por Casal desconhecido
5 estranhos conhecidos

Presentinho do meu bem: Lena ♥



"DESTINO ATROZ

Um poeta sofre três vezes: primeiro quando ele os sente, 

depois quando ele os escreve e, 

por último, 

quando declamam os seus versos".




(Mario Quintana)



Me presenteias com as palavras sensatas
de um Poeta Imortal
sendo teu coração essa nata
Mais bela poesia de quintal
quando se sente tão exata
a emoção da palavra
que se transmite essa lavra
ao coração de menina
que em outro verso se aninha
e caminha
lado a lado de amizade!
Obrigada Lena, querida,
no Amadeirado dessa tarde
  tua 
                gentileza 
                            fascina! 

segunda-feira, 21 de março de 2011 4 estranhos conhecidos

Condição (Por Tiago Furtado)

Condição





Se disse que ficava, ficarei até ao fim
E não preciso de uma promessa ou de preencher um boletim.
Fico porque fico
Fico porque quero,
Fico porque sinto e o que sinto é sincero.
E se tiver de partir levar-te-ei comigo
Primeiro porque te quero,
Segundo porque te preciso.
E se disserem alguma coisa que digam em voz baixa
E se for desnecessário não digam que não encaixa.
És tudo aquilo que espero
E o que espero habita alto
Por isso não esperes mais e dá comigo o salto,
Que tal uma relação ?
Do que dizes de uns beijinhos ?
Juro que explode o coração só de pensar nos teus carinhos.
És a boss do meu tecto
A xamã da minha tribo
O romance predilecto com o qual me identifico.



Por Tiago Furtado


Encantador, Tiago passarinha
por sua terra feito ave dourada
em irradiações de luz
na poesia portuguesa!

Parabéns Tiago,
seja de muita luz o teu caminho
e de muita paz cada sorriso.  



3 estranhos conhecidos

Tradução de minh'alma:

Eu desejo...

 
Eu desejo que você se ausente, mas que a demora seja breve...
Para que eu sinta sua falta e lembre o quanto vale a pena te amar!

Eu desejo que você me assuste e que a surpresa seja terna...
Para que eu nunca desista de me encantar por você!

Eu desejo que você me adore, como nunca adorou alguém...
Para que eu me sinta merecedora de cada um dos seus sentimentos!

Eu desejo que você me pegue no colo e acalente meu peito...
Para que eu possa acreditar que, diante de tudo, há uma saída feliz!

Eu desejo que você passe todas as noites comigo, dentro de mim...
Para que tudo pareça vivo e eu me emocione em plenitude!

Eu desejo, enfim, que você me espreite, como quem não quer nada...
Para que o meu olhar reflita o seu em um eterno e acordado sonhar!

Por Tatiana Kielberman



Obrigada Tati, por ter essa sensibilidade
única que me faz sempre bem!!!
0 estranhos conhecidos

Desejo de uma amiga ♥

Julliany kotona me disse...
"Te desejo Nesta Semana

Paciência para as dificuldades

Tolerância para as diferenças

Benevolência para os equívocos

Misericórdias para os erros

Perdão para as ofensas

Equilíbrios para os desejos

Sensatez para as escolhas

Sensibilidades para os olhos

Delicadezas para as palavras

Coragem para as provas

Fé para as conquistas

E amor para todas as ocasiões..."



Obrigada Minha florzinha ♥


Uma Semana esplendorosa a ti, e aos meus queridos que por aqui passeiam...


Tomar um Tereré?

 
;