Click



quinta-feira, 10 de maio de 2012 3 estranhos conhecidos

Cola sua vida na minha...



"Envolver sua vida na minha é deixar-me liberta e amar-me.

Querer-me no caminho que é teu é mostrar os passos que me servem de calçados para trilhar teus sonhos sem que eu deixe de voar..."




KIRO•
0 estranhos conhecidos

Deleite Meu



Estico meus dedos para tocar o céu,
encontro na macies duma flor o beijo perfeito.
Tenho suavidades sorvidas feito mel
por meus olhos que se perderam e aos quais deleito
se posso mesmo, por este agora, fazer assim
jogá-los moles na relva verde desse jardim....



KIRO MENEZES


Encontrem-me na nova roupagem da minha vida:

MÁXIMAS VEREDAS MINHAS

Procuro meu caminho com a avidez de um moribundo no deserto!



quarta-feira, 9 de maio de 2012 0 estranhos conhecidos

AMAR EM LIBERDADE... - Por Koló Farias



Lindo amor natural
em seu sabor.
Frases em seu rosto
no lugar de palavras.
Amar o doce da vida
em cores do arco-iris.
Sonhar ao livre do vento
aguardando a paz.
Sentir o gozo que te leva
ao ápice do seu viver.



Koló Farias.
A minha amiga Kiro Menezes.







Borboleteantes, estrelas caem nos meus braços,
sou céu azul-negro de olhos de relva macia,
guardo teus lábios nos sonhos que eternizam minha poesia.



KIRO MENEZES
Em sentimentos despertados por paz e liberdade
expressos tão singela e grandiosamente no poema desse baiano querido!


terça-feira, 8 de maio de 2012 0 estranhos conhecidos

Quem é Você, Poeta? - Por Nathan de Castro




Link do FaceBook de Nathan [CLIQUE AQUI]


Loucos alucinados
todo poeta é de uma sina
que não foge, não inventa

Poeta é boêmio apaixonado
canta em rima
faz milagres, e se ausenta

Na plataforma do verso
um canto calado ao inverso
e reinventado tantas vezes
reproduzindo essências. 


Por KIRO MENEZES



quinta-feira, 3 de maio de 2012 0 estranhos conhecidos

E vós, quem sois?



As vezes, quando sentimos um amor tão grande que nos compreende por inteiro, ganhamos tanto que nem sabemos o que fazer com tudo o que sentimos.

Diante disso, eu questiono:


Quem sois vós
que aponta-me erros?
Quais os erros que cometi?
Quem sois vós que jamais erraste
tentando ser quem não conheci
e querendo possuir maior saber
que o saber que adquiri
errando vozes
vezes
atos

Por qual coroa de louro cantas
tu, que jamais viverá o que vivi
e jamais sentirá o que senti
ou amará o amor que amei?

Quem sois vós?


Sufocamos numa escuridão de iludir-se desventurosamente.

Um cantar tão egoísta que não cabe sobre a terra! Deste cantar enfadonho, terei-me liberta. Usarei as asas do meu Anjo, voarei tão alto que do alto o verei, acenando feliz por ver-me voar!

E serei feliz!



Google Image




Tomar um Tereré?

 
;