Click



terça-feira, 10 de maio de 2011

Individuais ou Individuos?

Bom dia, meus amores!


Eu andei tempo triste por agora...

Ah! Coisa mais dificil é encontrar uma pessoa que te agrade, não é?! Eu não acho não!!! Vejo os seres humanos, homens e mulheres, como individuos. A fase do Romantismo nos fez crer que somos seres incompletos, metades que precisam, necessitam, desesperadamente, encontrar a metade faltante!

Bem, vou dizer-lhes que meu romantissismo (não sei se essa palavra existe!) foi bem limitado ao exagero dos sentimentos, mas as idealizações do par ideal, esse detalhe em minha vida, eu prefiro minha própria visão dos fatos.

O ser humano é um individuo inteiro, cheio de suas próprias e unicas experiencias, vivencias, com seus próprios defeitos, suas qualidades, dons, paixões, amores. Para encontrar uma pessoa que lhe preencha o vazio da solidão e deixe a saudade apertadinho o coração, pra ter aquele carinho especial e sorrir abobadamente junto de alguém, essa pessoa tem de ser, necessariamente, um outro individuo inteiro, com sonhos e planos, com seus próprios defeitos e qualidades.

Se dois individuos inteiros se encontrarem, então poderá florescer uma raríssima flor de consideração mutua, respeito, carinho, amizade... Pois no final da história, a amizade é o sentimento mais terno, é o Amor mais puro e verdadeiro. O Amor é sublime, nasce já dentro de nós em semente, e temos de fortificá-lo e dar-lhe luz.

Espero não ter passado o meu desespero em palavras. Quero ser eu mesma, ao lado de alguém que seja ele mesmo. Quero defeitos e qualidades, quero amar inteiramente, não como feijão contado... Talvez eu esteja errada e isso não exista. Mas se não existir, teremos (eu e o escolhido) de inventar esse outro jeito. 

Eu quero ser feliz, se sou feliz comigo, quero que alguém mais seja. Quero ser feliz com ele. Do jeito e com os princípios dele. Quero reciprocidade!

Já desabafei demais... 

Me dêem sua opinião! Estou certa ou errada?


2 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Querida...

Te dou todo o apoio, você está certíssima!

Tem mais é que querer o melhor pra si mesma SEMPRE, incondicionalmente!

Um beijo carinhoso e todo meu apoio!

Silviah Carvalho disse...

Bastante intenso seu texto, está coberta de razão.Parabéns.

Tomar um Tereré?

 
;