Click



quarta-feira, 11 de maio de 2011

Daqui a pouco...


Por que deixei que as coisas mais importantes ficassem pra daqui a pouco?!

Daqui a pouco, quando tiver menos trabalho, quero visitar minha querida amiga, que tantas vezes estudou comigo madrugadas inteiras, falando bobagens, esquecendo as responsabilidades, aquela que me ouviu quando terminei o namoro tão doloridamente, aquela que me incentivou quando encontrei mais um principe encantado na minha vida, aquela que me abraçava quando tudo parecia terrivel!

Anos... Tenho que visitá-la. Mas daqui a pouco, quando os anos passarem mais, quando a intimidade se desfizer em quase nada, quando as lembranças forem amareladas e até, melancolicas... Daqui a pouco.

Daqui a pouco quero fazer um piquenique no parque, forrar a toalha, deitar na almofada, ler um livro antigo. Daqui a pouco vou ligar pra minha irmãzinha que está crescida, com quem eu sempre fazia essas coisas nossas, com quem eu me dividia!

Mas daqui a pouco eu vou ter tempo, a vida vai dar intervalo e eu vou ligar para ela, pequena e  loira, vou dizer que a amo, que ela não deve deixar a vida pra daqui a pouco, e tudo vai sempre acabar com um sorriso, pois somos seres fortes que sobrevivem às intempéries que acontecem.

Daqui a pouco eu entro no blog dos meus amigos virtuais, terei muito tempo pra isso. Depois que tiver dormido um pouco, depois que ler os artigos mais importantes dos desconhecidos, depois que tudo deixar de fazer tanto sentido! Daqui a pouco me dedico a eles, afinal estarão sempre ali, blogando!

Daqui a pouco eu perco meu tempo sorrindo, olhando o vento na copa das arvores, daqui uns tempos, quando vier o cansaço e só isso me fizer companhia. Daqui a pouco eu penso na minha velhice, nos meus móveis, nos programas antigos que a TV reapresenta.

Daqui a pouco eu ligo para o anjo que faz minha vida mais leve, daqui a pouco quero dizer que o amo, que sua existencia me faz sorrir, que seu sorriso me faz feliz! Daqui a pouco ele vai saber, ela vai ouvir, dos lábios que beija selinhos antes de sair, depois do jantar, pois depois, dali a pouco, poderemos nos beijar, agora terei que dormir pra levantar cedinho, então, daqui a pouco, daqui um pouquinho de tempo, vou beijar-lhe os lábios doces, um beijo longo e molhado, dizer Eu Te Amo apaixonadamente.

Daqui a pouco... quando não for urgente!

5 comentários:

Claúdia Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Emoções disse...

O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.

MAILSON FURTADO disse...

Como sempre marcando a quem ler...

Te adoroo linda...

Tatiana Kielberman disse...

Reflexão mais que perfeita!!

Me vi em cada linha!

Beijo enorme pra você, Kiro querida!

Kiro Menezes disse...

Somos assim, eu e vc...

Unidas em alma ♥

Tomar um Tereré?

 
;