Click



sexta-feira, 29 de julho de 2011 3 estranhos conhecidos

Um dia abençoado a vós! *-*

DEUS NUNCA ERRA !

Foto de Kiro Menezes

Um rei que não acreditava na bondade de DEUS. Tinha um servo que em todas as situações lhe dizia: Meu rei, não desanime porque tudo que Deus faz é perfeito, Ele não erra!

Um dia eles saíram para caçar e uma fera atacou o rei. O seu servo conseguiu matar o animal, mas não pôde evitar que sua majestade perdesse um dedo da mão. 

Furioso e sem mostrar gratidão por ter sido salvo, o nobre disse: Deus é bom? Se Ele fosse bom eu não teria sido atacado e perdido o meu dedo. 

O servo apenas respondeu: Meu Rei, apesar de todas essas coisas, só posso dizer-lhe que Deus é bom; e ele sabe o porquê de todas as coisas. 

O que Deus faz é perfeito. Ele nunca erra! Indignado com a resposta, o rei mandou prender o seu servo. Tempos depois, saiu para uma outra caçada e foi capturado por selvagens que faziam sacrifícios humanos. 

Já no altar, prontos para sacrificar o nobre, os selvagens perceberam que a vítima não tinha um dos dedos e soltaram-no: ele não era perfeito para ser oferecido aos deuses. 

Ao voltar para o palácio, mandou soltar o seu servo e recebeu-o muito afetuosamente. Meu caro, Deus foi realmente bom comigo! Escapei de ser sacrificado pelos selvagens, justamente por não ter um dedo! Mas tenho uma dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você, que tanto o defende, fosse preso? 

Meu rei, se eu tivesse ido com o senhor nessa caçada, teria sido sacrificado em seu lugar, pois não me falta dedo algum. Por isso, lembre-se: tudo o que Deus faz é perfeito. 


(Autor desconhecido por mim)


quinta-feira, 28 de julho de 2011 4 estranhos conhecidos

Farol de São Tomé e o Samba

Fotografia de Rosilene Ramos

Farol de São Tomé


Haverá sempre um farol
Seja aqui, seja em qualquer lugar
Para iluminar,
Quando a noite chegar
E o inverno partir,
Para teu sorriso expandir.
A luz do sol por um triz
Não brilha mais que teus olhos.
Súplicas de quem não quer mais nada
Que apenas ser feliz.
Mas quando a noite chegar
E à deriva o pensar,
Devagarzinho se aproximar,
Haverá sempre um farol
De braços abertos a te dar
O porto seguro.


Por Arnoldo Pimentel




O Samba, Bahia!

Samba da encantada Bahia,
rodadas baianas se encantam
no farol, o fervor da paixão
o sambado, o alvorecer Poesia

Ah! encantada Bahia
Canta teu povo nas ladeiras vazias
nas calçadas de sua alegria
entre trabalho e ardor por viver!

Canta baiano, canta teu pranto e teu sorrir
tua voz é sonora de ouvir
e teu riso é mais facil sentir

se tu cantas o encanto de sonhar
e se esboças o alarido de amar
a Bahia e tamborim a sambar!


Por Kiro Menezes

Um beijo doce aos meus queridos amigos! ♥


quarta-feira, 27 de julho de 2011 1 estranhos conhecidos

Para a Bia... *-*




"Em Campo grande conheci uma estrela

 Que brilha entre as mais belas que eu já vi

 E porque entre as melhores é a mais bela

Me apaixonei por ela, Bê, por ti..."



Por José Sepúlveda,
Nosso tão caro amigo portugues,
Metre Poeta, querido ♥
5 estranhos conhecidos

Oi Amoress... Palavras Discretas:



Por silvioafonso 
Querido Palhaço, Encantador Poeta

Falando à alma:

.

Definir amor, meu Deus, quem
eu?
Amor, como definir sem sentir,
sem saber que dor no moribundo
faz morrer?
Definir amor é definhar na
loucura, na brandura dos que,
sem razão choram ou riem sem
desejo de saber se outro
jeito de amar tem...

silvioafonso




Por Kiro Menezes:


Para quem me dirige
palavras que atormentam a mente
digo apenas: Me deixem
ser poesia pequena
atingindo ao peito quente
à alma que adormece serena
e digam aos que se queixem
que sou poesia pequena
alçando voos sonolentos
aos beijos de quem mo acalenta...


Um beijo meus amores!!! ♥


terça-feira, 26 de julho de 2011 5 estranhos conhecidos

Maninha linda...




Um presente lindo da minha irmãzinha amada!

Obrigada Bezinha, minha flor encantada,

Te amo além da vida, manhã, tarde, madrugada,

és minha princesa querida, na minha história eternizada...


Minha pequena é cultivadora do blog Folhas Ingenuas!


Bom dia, como o meu, a cada um dos meu carinhos...


Bjinhoss... ^_^•
sexta-feira, 22 de julho de 2011 4 estranhos conhecidos

Por Marcos Loures



Marcos Loures





HOMENAGEM A KIRO MENEZES

“as palavras se escolhem entre si”
Formando aleatórios arabescos
E os sonhos que pudessem ser dantescos, 
Atravessando a vida em frenesi, 
O quanto, na verdade mereci,
Os dias mais audazes, quixotescos, 
Momentos mais sutis e pitorescos,
Vivendo esta expressão além e aqui.
O verso me inundando, em fúria e gozo,
Caminho que se mostre caprichoso
Levando para além, raro Eldorado,
Poética emoção que nos domina, 
Domando num instante, dita e sina,
Fazendo mais suave o duro Fado...

Verso original de Kiro Menezes



Obrigada Ao meu Querido Amigo, tão gentil em suas palavras tão lindas....
Um beijo carinhoso ♥




1 estranhos conhecidos

Ouvindo o Canto!

Foto de Kiro Menezes
De manhã

Despertei de manhãzinha

Ao cantar dum passarinho
E foi p’ra ti, rosa minha,


Todo o amor e carinho

Ao ver os prados, os montes,
Essas belezas sem fim,
Meus olhos são duas fontes
Porque estás longe de mim

Fecho os olhos, de repente,
Tento no céu encontrar
Esse sorriso silente
Que cintila em teu olhar

Vem para mim, vem depressa
E rejeita o despudor
De tudo o que se atravessa
Afrontando o nosso amor!

José Sepúlveda

Kiro Menezes

Anseio

Deixa-me olhar o teu sorriso lindo
E penetrar bem fundo em tua mente
Sentir seu doce brilho se esvaindo
Na luz do meu olhar, suavemente

Deixa teus lábios doces aturdindo
Meus pensamentos loucos de indulgente,
Galgar estrada fora, descobrindo
Caminhos que nos levam para a frente

Deixa-me amar –te, amor, que sinto agora
Que este sentimento que devora
É força que renova em nós vigor

Não deixes dissecar o sonho infindo
Que é neste sonhos a dois que, repartindo,
Nós vamos construindo o nosso amor!


José Sepúlveda



Encantos e carinhos por esse meu amigo tão querido...
O Canto do Albatroz
Obrigada meu lindo menino ♥
És poeta encantoss mil!

Ofereço carinhosamente aos meus amigos, Sissinha, minha flor [Meu modo Suave de Esvrever], 
Minha amiga linda, Vanny, [Reflexionar]...

Ás flores do meu jardim, Leninha e Soninha, que tenho abandonado  =D

Amo vcs...

Taty Kielberman, te adoro, menina... Catiaho, tão gentil e carinhosa, não me esqueço de vc não ♥

Ludugero, menino cheio de charmes. Arnoldo, tão atencioso...

Bem Crianças... Não por falta de me lembrar de cada um de vcs, mas por falta do precioso tempo para desenhá-los em cada linha desse blog, deixo meu abraço a cada um especialmente!

Um beijo cheio de saudades ♥

Kirinha .•

^_^•
quinta-feira, 21 de julho de 2011 2 estranhos conhecidos

Para os caros ao meu coração... ♥

Aos Amigos...

Faz-se necessário
Guardar os amigos
Em jardins secretos
Onde há atalhos
Em prontidão, sempre precisos
Para considerações sobre o perdão,
A saudade, a mansidão e as gentilezas
De olhares e mãos!
Faz-se necessário aos amigos
Guardar bem o encantamento
Das palavras e sentimentos 
Plenos de ternuras
Para seu uso na precisão
Em dias tristes
E em outros afetados
De dureza e solidão.
_ Hoje, faz-se necessário
Pensar os amigos
 Que já não se repetem mais
  Em nossas manhãs...
E celebrar com a sonoridade
das  estrelas os que ainda estão
em  nossos caminhos! 

Com carinho de Sandra Andrade do meu livro Cantigas Azuis
2 estranhos conhecidos

Um dia dos Amigos

   


   

  "Abençoados os que possuem amigos, 
os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede,
 não se compra, 
nem se vende.
Amigo a gente sente! 
Benditos os que sofrem por amigos, 
os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, 
não questiona, 
nem se rende.
Amigo a gente entende!" 

(Machado de Assis)




Soneto do amigo
(Vinicius de Moraes)


Enfim, depois de tanto erro passado 


Tantas retaliações, tanto perigo 
Eis que ressurge noutro o velho amigo 
Nunca perdido, sempre reencontrado.



É bom sentá-lo novamente ao lado 
Com olhos que contêm o olhar antigo 
Sempre comigo um pouco atribulado 
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano 
Sabendo se mover e comover 
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...







Soneto da Amizade Verdadeira

De azul fiz minhas lágrimas derradeiras,
de verde pintei paredes que acalmasem o pranto,
de rosa os adereços, cada um em seu canto,
adornando a alma benfazeja que viesse me visitar,

recebi colegas alegres, outros a dançar,
e quando saíam, pouca presença marcava cada lugar,
nada fixo em minha retina desesperançada...
Aguardei os poucos amigos, vieram, partiram,

as poltronas brilhavam com redobrada energia,
revesti a casa de plantas e foi-se embora a letargia,
adotei animais e que espanto... a alegria

chegou voando, desceu as asas e aqui ficou,
risadas ouviam-se, mesmo ao longe,
repintei a casa, de branco a paz, aqui morou!






sexta-feira, 15 de julho de 2011 7 estranhos conhecidos

Esse Amor que me Consome (Por Nelson Rodrigues de Barros)







Esse amor que
 me consome 




(soneto de: Nelson Rodrigues de Barros)


Ah, esse amor a toda à prova,
Que d'alma rejuvenesce,
Latente me traz guarida...
Solidão já me entristeci.


Deixa-me provar do seu mel,
Que adoce se beija a face.
Amor que levita-se como um papel...
Não dizeis... que cheguei tão tarde.


Por tal amor me lanço a guerra...
Não tenho armas, só as quimeras,
Serei as cinzas desse amor que me consome.


Perdoai... estou assim em desalinho...
Cravado ao peito um esboço de espinho...
Por esse amor já estou rumando ao fronte.




(Nelson Rodrigues de Barros)
quinta-feira, 14 de julho de 2011 0 estranhos conhecidos

Rodrigo Lopes da Fonte em:











CABEÇAS QUE RECLINAM

                                                   
                                                                       
As árvores nunca                                             
Alcançam o Céu                                       A
Da mesma forma                                 T       R       M
     Com que                                      N               A     
     Alcançam                                   E
           O                                         T
           In-                                      A
           Fer-                                    I
           No.                                      D
                                                       M
                                                      U
                                                       E
                                                       U
                                                       Q
                                                        S
                                                        A
                                                        O
                                                        Ã
                                                        S
                                                As secas



Eu sou uma lutadora pelo direito da natureza existir!
Um poema belíssimo...


3 estranhos conhecidos

Lição Linda ♥

**Já me disseram...**

Já me disseram que o sol só vem depois da chuva,
Que era mais bonito ser loira ao invés de ruiva.

Já me disseram que a sobremesa só vinha após o jantar,
E que nada comparava-se a imensidão do mar.

Já me disseram que a alegria só vem depois da tristeza.
E que lhe vale mais um milhão no bolso do que a pureza.

Já me disseram que a dor substitui a alegria
Embora, o bullyng perpetue por falta de companhia.

Já me disseram que o choro era sinônimo de fraqueza.
E o que lhe convinha era a sutileza.

Já me disseram que o sexo banalizou.
E a coitada dos 13 engravidou.

Já me disseram que errar é pecado.
E que o rico se impõe ao mais abastado.

Já me disseram que AIDS é morte certa.
E para que a poeira saia é necessário deixar a porta aberta.

Já me disseram que milagres não existem
E que água em vinho foi pura mesmice.

Já me disseram que não há mais esperança.
E que mais uma abandonava o barco: a perseverança;


- Eu já ouvi muito, admito.
Ouvir é dádiva, aprendizado.
Aprenda a ouvir e terá mérito para ensinar.
E quando se prestar a ouvir asneiras, ouça-as atentamente, para limitar-se a não cometer os mesmos erros.
Afinal, quando se tem consciência do que é errado fica mais fácil praticar o certo.



Poema de Amanda Lemos


Foto de Kiro Menezes
Uma menina linda que me encontrou no Roseira Ferida e que 
eu tenho muito prazer de dizer que é um 
prazer tê-la nos meus espaços...


BLOG


Bjusss Meus  Amoreeeesss  ♥

^_^•
1 estranhos conhecidos

Canaalhas!!! ^-^•


Desde pequeno eu via coisas estranhas na TV ... 


      * O Tarzan corria pelado... 


      * Cinderela chegava em casa meia noite...

* Aladim era ladrão... 

* Batman dirigia a 320 km/h...  
* Pinocchio mentia...  
* Bela Adormecida era uma folgada...  
* Salsicha (Scooby-Doo) tinha voz de maconheiro, via fantasma e conversava com o cachorro... 

* Zé Colméia e Catatau eram cleptomaníacos e roubavam cestas de piquenique 
...
* Branca de Neve morava na boa com 7 homens... 

* Olívia Palito tinha bulimia... 

* Popeye fumava um matinho suspeito!!! 
* Pac Man corria em uma sala escura com musica eletrônica comendo pílulas que o deixam ligadão... 

* Super Homem colocava cueca por cima da calça... 
* A Margarida namorava o Pato Donald e saía com o Gastão!
  

Olha os exemplos que eu tive... Agora pedem pra eu me comportar?!?!?
  
  
TARDE DEMAIS!!!!



(Autor desconhecido)


kkkk D+
terça-feira, 12 de julho de 2011 6 estranhos conhecidos

A Borboleta (Por Jones De Oliveira Borges)



A BORBOLETA - CONTO - JONES


O senhor Matias, conhecido médico e médium da cidade, recebeu a primeira comunicação, em transe, de que Deus viria ao nosso planeta. 

Em pouco tempo, notícias provenientes de todos os cantos do mundo confirmaram: Deus se apresentaria, em sua real forma, no interior da Basílica de São Pedro no próximo dia de Páscoa. 

No dia esperado, um número incontável de crentes, vindos de todos os países, esmagava-se. 

Esta massa, de quilômetros humanos, tentava se aproximar o mais perto possível da Basílica onde centenas de privilegiados e escolhidos aguardavam, ansiosamente, a chegada de Deus. 

O ambiente estava impecavelmente limpo. A expectativa era enorme. 

Foi quando surgiu a borboleta que pousou exatamente no trono que tinha sido reservado. 

Os primeiros gestos foram discretos. 

Porém o bichinho não se apercebia da gravidade da situação e voava. Orava parava numa parede, ora descia sobre um ombro ou sobre uma cabeça. 

Só depois de muito tempo é que a borboleta pode ser definitivamente repelida. 

As horas e os dias se passaram. A multidão, lá fora, foi aos poucos se dissolvendo. 

No final, não existia mais ninguém acreditando na vinda de Deus. 

Foi quando a borboleta voltou e sentou no seu trono.


(Por Jones De Oliveira Borges)



Encantador demais, eu o roubei desse poeta tão querido!

^_^• 

Bjs amores...

Tomar um Tereré?

 
;