Click



sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Tomando tereré


Um Poema

"Ao passar no Campo Grande
Tentei descobrir porquê 
Quer se pare quer se ande
Tudo bebe um tereré

E então pude constatar
Uma coisa muito bela: 
Tudo andava a procurar
Essa tal coisa de Estrela

E depois de muito andar
Constatei algo de giro,
Tudo andava a procurar
Aonde encontrar a Kiro

Por isso, não faça alarde.
Se quer saber como é,
Não deixe que fique tarde,
Venha beber tereré!!!"

José Sepúlveda


Meu lindo e doce amigo, só tenho como agradecer-te!!!


Confiram essa participação linda no


Beijos amoress...

9 comentários:

Catia Bosso disse...

Kiro-Kiro!!!


Tudo muito lindo por aqui,

bjsss meussss

Cat

Jose Sepulveda disse...

Malandrota, era uma brincadeira, não tem coisa de poema.

Kiro Menezes disse...

Obrigada Catita!!! Mil beijinhos pra vc ♥

Simone MartinS2 disse...

Mas e voce? Toma terere?rsrs...tem o sabor bom, onde posso encontrar aqui em Sampa?Expeirmento e depois te conto...bjin

Kiro Menezes disse...

Esse Zezinho!!! Modesssssssssto!!!

Sissinha, vou mandar pra vc, pq em Sampa ninguem toma, então ninguem compra pra vender!!! hehe

Posso te mandar, mesmo, se quiser. Fala comigo pelo e mail, daí!

kiromenezes@hotmail.com

Bjinhos amores

Jose Sepulveda disse...

para mim, quando é que provo o tereré?

♥Soniaconsult♥ disse...

essa estrela está um sucesso!
bjos flor de amora

Kiro Menezes disse...

Meus amores lindosssssssssssss...

Beatriz Menezes disse...

Este poema é lindo!
Vou levar para o meu cantinho, ok?

Bjins, te mao Kiroo!

Tomar um Tereré?

 
;