Click



terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Um poeta vagabundo: beira do poço



beira do poço


Escorregou na lama
da poça da beira do poço
rastejou arrependido
na trama do seu desgosto
se olhou sujo
meio a contra gosto
se julgou só e injustiçado
um esgoto
achava que era do fundo
a lama da poça
da beira do poço .






Postagem: beira do poço
Por Um Poeta Vagabundo

Nenhum comentário:

Tomar um Tereré?

 
;