Click



sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Que amor é este?!






Esta é uma verdadeira história de sacrifício da mãe durante o terremoto no Japão. 

Depois que o terremoto acalmou, quando os BOMBEIROS chegaram as ruínas da casa de uma jovem mulher, viram seu corpo morto através das rachaduras. Mas a pose era de algum modo estranha... ela ajoelhou-se como uma pessoa que estava adorando: seu corpo estava debruçado para a frente, e suas duas mãos estavam apoiando algo. A casa caiu ... caiu em suas costas e cabeça. Com tantas dificuldades, o líder da equipe socorrista colocou a mão através de uma fenda na parede para alcançar o corpo da mulher. Ele estava esperando que a mulher pudesse estar viva. No entanto, o corpo frio e duro disse-lhe que ela tinha morrido... 

Ele e o resto da equipe deixou a casa e estavam indo para procurar o prédio ao lado que entrou em colapso. Por algumas razões, o líder da equipe foi impulsionado por uma força irresistível a voltar para a casa da mulher morta. Novamente, ele ajoelhou-se e através das rachaduras estreitas, pesquisou o pouco espaço de baixo do corpo morto. De repente, ele gritou com entusiasmo: 

"Uma criança! Há uma criança!"

Toda a equipe trabalhou em conjunto; eles removeram cuidadosamente as pilhas de objetos entre as ruínas, em volta da mulher morta. Havia um menino de 3 meses de idade enrolado em um cobertor florido sob o corpo morto de sua mãe. Obviamente, a mulher tinha feito um último sacrifício para salvar seu filho. Quando sua casa estava caindo, ela usou seu corpo para fazer uma capa para proteger seu filho. O menino ainda estava dormindo pacificamente quando o líder da equipe o pegou. O médico chegou rapidamente para examinar o menino.

Depois ele abriu o cobertor, e viu um telefone celular dentro do cobertor. Havia uma mensagem de texto na tela que dizia: "Se você puder sobreviver, você deve se lembrar que eu te amo." Este celular foi passando em torno de uma mão para outra.Todos que leram a mensagem se emocionaram. 

"Se você sobreviver, você deve se lembrar que eu te amo." Tal é o amor da mãe por seu filho! 



(Autor desconhecido por mim.)

Trazido via FaceBook

7 comentários:

♫♥*~Keiko Sakurai~*♥♫ disse...

Kiiiiroooo-chhaannn *Com lágrimas nos olhos* Isso é tão tocante e emocionante...Eu quase me arrebentei de chorar...Que dó...Essa mãe embora não pode se quer conhecer o filho direito o amou mais do que nunca...JUSTO HOJE ESTE POST FOI APARECER...HOJE ESOTU TODA SENTIMENTAL T-T!!!

XO XO Beijinhos para Kiro-chan.
(ADOREI O NOVO DESIGN DO BLOG! FICOU CHIQUE NOS URTIMO!)

Kiro Menezes disse...

Brigada Keiko!!! Bjsss menina linda ♥

Orvalho do céu disse...

Olá,
Passando pra desejar-lhe uma semana abençoada e comunicar que estou bem afastada da net...
Meus blogs sumiram e tivemos que criar outros continuando os antigos...
Uma enfermidade me pegou de supetão e me distanciou ainda mais daqui pois precisei estar hospitalizada e agora, em "liberdade condicional"... ( dias em Hospital e dias em casa, entre exames, diagnósticos e outros)...
Assim que der, seguirei lendo seu post e me enriquecendo, como sempre.
Bjs de paz e esperança

Kiro Menezes disse...

Olá, querida amiga! Ande com confiança e olhe para o Céu. Creia que Ele que nos provê, jamais seria injusto e que toda provação que o ser humano passa não é maior do que pode suportar e aprender com tudo.

Conte comigo sempre, viu?! Um beijo carinhoso da Kiro ♥

A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO disse...

Olá!
É um grande prazer conhecer seu blog e poder ler o que escreves.
Acredito que quando escrevemos com prazer conquistamos amigos e fiéis amantes das palavras. Sabemos o quanto é difícil levar a nossa voz, as nossas angustias os nossos sonhos às pessoas. Mas o mais importante é saber que você e eu gostamos daquilo que fazemos.E acreditamos que o mundo pode se tornar bem melhor através de nossos escritos.
Grande abraço
Se cuida

Tchuco disse...

Certamente essa é mais um viral que irá poluir a Web. A foto não tem nada a ver com texto, já as vítimas da foto não estavam sob escombros. Elas foram soterradas. E a criança aí já é bem grandinha. O texto é cheio de contradições e como sempre, nenhuma informação sobre locais, datas, etc.

Algumas informações chegam a ser ilárias: A equipe foi "procurar" o prédio ao lado que "entrou em colapso". Procurar um prédio que estava ao lado? O que seria um colapso de um prédio? Outra é "força irresistível de voltar". Equipes de resgate não trabalham assim. É certo que dão prioridade aos vivos, mas não descartam os mortos simplesmente por que os tocaram.

Então eles removeram os "objetos" entre as ruínas? No mínimo estranho. Não seria as ruínas a causa da morte? E onde estava o médico para diagnosticar a morte da mulher antes e que de repente apareceu para cuidar da criança?

E o mais interessante: A mulher ainda teve tempo para escrever um SMS no celular depois que tudo desabou.

Detalhes:

O último terremoto no Japão foi em 7 de dezembro de 2012 teve 7.3 graus na escala Richter e não provocou vítimas fatais

O anterior em 11 de abril de 2011 deixou 4 vítimas fatais. Será essa mulher seria uma dessas? Ou será que estão falando do de 11 de março de 2011 de 9 graus e que deixou um saldo de 15.873 mortos e 2.768 desaparecidos?

A equipe de resgate da foto em questão pertence à China, haja vista os ideogramas em seus uniformes.

Pra mim, é só mais um pulha virtual.

Tchuco disse...

Certamente essa é mais um viral que irá poluir a Web. A foto não tem nada a ver com texto, já as vítimas da foto não estavam sob escombros. Elas foram soterradas. E a criança aí já é bem grandinha. O texto é cheio de contradições e como sempre, nenhuma informação sobre locais, datas, etc.

Algumas informações chegam a ser ilárias: A equipe foi "procurar" o prédio ao lado que "entrou em colapso". Procurar um prédio que estava ao lado? O que seria um colapso de um prédio? Outra é "força irresistível de voltar". Equipes de resgate não trabalham assim. É certo que dão prioridade aos vivos, mas não descartam os mortos simplesmente por que os tocaram.

Então eles removeram os "objetos" entre as ruínas? No mínimo estranho. Não seria as ruínas a causa da morte? E onde estava o médico para diagnosticar a morte da mulher antes e que de repente apareceu para cuidar da criança?

E o mais interessante: A mulher ainda teve tempo para escrever um SMS no celular depois que tudo desabou.

Detalhes:

O último terremoto no Japão foi em 7 de dezembro de 2012 teve 7.3 graus na escala Richter e não provocou vítimas fatais

O anterior em 11 de abril de 2011 deixou 4 vítimas fatais. Será essa mulher seria uma dessas? Ou será que estão falando do de 11 de março de 2011 de 9 graus e que deixou um saldo de 15.873 mortos e 2.768 desaparecidos?

A equipe de resgate da foto em questão pertence à China, haja vista os ideogramas em seus uniformes.

Pra mim, é só mais um pulha virtual.

Tomar um Tereré?

 
;