Click



sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Poesias Por Marcos Loures



‎                     -Sonho de Amor
Por Marcos Loures



Enquanto me trouxeres esperança
Prossigo com meus versos mais singelos.
Meu peito inda guardando uma criança
Espelha tantos sonhos, os mais belos...

Das conchas que brincava em nossa praia,
Embora não soubesses quem eu era,
Saudade deste tempo nunca traia
Pois fomos dois amantes em outra era...

Te encontro sorrateira e calmamente,
Depois de tantos anos de procura...
Outono na minha alma não desmente
O sonho que vivi, tanta ternura...

Entendo se não queres meu amor...
Mas lembres, noutras vidas, onde for..



‎-Amores Ateus


Ao ver a minha amada adormecida,
Deitada sobre pétalas de flor,
Eu sonho uma ilusão tão esplendida
Formada nas gotículas do amor...

Beleza assim igual, jamais sonhara,
Talvez p’ra ser sincero se permite
Com alma em delirante jóia rara,
Em tudo me reporta a Afrodite...

Luar ao ver a deusa aveludada
Penetra na janela, sem escusa...
A boca que te queima, minha amada,

Abrindo esses botões da tua blusa,
Deixando os belos seios, ambos meus,
Propícios aos amores mais ateus...



____.•○♥○•._____.•○♥○•.______.•○♥○•._____.•○♥○•.____


Para o Poeta:

Por Kiro Menezes


Quisera tê-lo em palavras de outrora
e tê-lo intenso, mar em tormentas
quiçá, retê-lo em pejos quisera
das nossas falas sempre isentas

ausentar-se de nós dois
outras vidas pra depois
outros sonhos a viver!

Poema do amanhecer...




2 comentários:

Beatriz Menezes disse...

Feliz Semana dos Amigos:

Entre no meu Blog e participe da Semana dos Amigos!

Bjins...

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

poema que estende a mão e grita com o coração o amor que em dor se tem o que se sente

Tomar um Tereré?

 
;