Click



sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Amor sincero


Óh! Saudade do Poeta  
tão palhaço
exagerado
amante dessa história
sonante desse gramado


Falta nessa menina
o cheiro do teu mormaço
essa Roseira Ferida
que adormece em teu abraço


Chora meu peito. Chora!
Pelo amor que pertence a Dora...


Feliz vai passando o dia
Saudosa, nascendo aurora.


Por Kiro ♥






Que esse coraçao que chora
Encontre sua aurora
A paixão merecida
Ditadas em suas poesias
Pertencentes a você Valkiria...

E o poeta que tanto adora
Hoje vive sua história
E seus dias merecidos
Com seu amor nunca esquecido
A Dora do seu coração...

Saudades sempre terás
Desse amor inventado
Pelo poeta exagerado e apaixonado
Como dizia suas rimas então
Amor, ternura, paixão...

Porém no hoje eu não deixo
Aquele peito que desejo
Sentir calor de outros beijos
Mesmo os que eu respeito
Os seus em questão...


Por Dora ♦








Nosso amor seja sempre simples e imortal.

^_^•





Nenhum comentário:

Tomar um Tereré?

 
;