Click



segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Decima Valquiria (Gambiarra Profana)


DÉCIMA VALQUÍRIA


       Quando já não podia falar, abriu seu coração, sem a consciência do que era verdade.

       Não havia romance, nem fora, nem dentro dos castelos, feitos para as grandes festas e batalhas, amor verdadeiro não existia, apenas orgias, fato que a fez se rebelar, desejava viver seu amor, por isso tomou as rédeas do seu alado e voou acima das quimeras construídas, perturbadoras e impertinentes, partiu para um lugar longe, bem longe! 

       Atrás da colina, perto da imensidão, onde nascem às coisas desejadas, aquelas que fascinam, lá estava o que seria o seu tesouro, o diamante precioso, o guerreiro desejado e escolhido por ela, para viver. 

            Saiu sem a ordem de Odin, por não o reconhecer como pai, protegida pelo elmo, mas sem as lanças, ela pretendia ganhar seu amor, porém desarmada, mas ao chegar ao lugar da batalha, onde estava seu guerreiro, antes que ela tirasse seu elmo e declarasse seu amor, com uma lança atirada de longe, friamente o guerreiro a matou.


por Silviah Carvalho

9 comentários:

Maria disse...

Amiga Kiro vim até ao seu cantinho através do amigo Arnoldo do blog "Ventos na Primavera", gostei muito do seu espaço, irei acompanhar com prazer.
Beijinhos
Maria

soniaconsult disse...

oi minha amiguinha, saudade doce!
não é doce de comer é docê mesmo, bem a la mineiro!
um bezu bem gandão!
tem selo no contos ou fatos, ok?

Morena disse...

Kiro, saudades de você.
Obrigada pela presença constante!

Um super beijo, flor!

P.S amei o post, claro! ;)

Kiro Menezes disse...

Maria, minha querida! Obrigada por te sentires acolhida aqui, seja bem vinda!!!


Soninha, minha flor, "sardadi ducê tumém"!!! hehehe

Um cheirinho coração ♥


Morena, minha querida, quanto tempo que não passavas por k, nem por teu espaço!!! rsrs

Um beijo grande e bem vinda de volta ♥

Um dia magnifico aos que hoje por aqui passeiam!!!

^_^•

Arnoldo Pimentel disse...

Oi Kiro, esse texto da Silviah é muito lindo mesmo. Sabe esou muito feliz por suas singelas homenagens a mim, Arnoldo Pimentel, e aos meus parceiros poéticos Silviah Carvalho e Márcio Rufino, vou deixar o link deles caso você queira conhecer

Silviah Carvalho
http://umcoracaoqueama.blogspot.com

Márcio Rufino
http://emaranhadorufiniano.blogspot.com

Beijos

Silviah Carvalho disse...

Querida, sou grata por ver esta prosa aqui, pelo seu carinho, eu também gostei muito daqui e por aqui ficarei, te seguindo.
Sinta-se a vontade em meu blog, ultimamente ando muito ocupada, mas sempre que puder virei ler-te.
Fica com Deus.
Bjs,

Kiro Menezes disse...

Silviah, eu que me senti honrada de ter Valquirias em teus poetares....!!!

Minhas honras!!!

hehe

Beijos linda ♥

Sergio-SalleS-oigerS disse...

Silviah Carvalho me foi apresentada virtualmente pelo poeta Arnoldo Pimentel e as duas últimas edições da Gambiarra Profana contam com o trabalho dela.

Pra mim é muito bacana ver o trabalho dela por aqui sendo também divulgado por você.

Beijos e obrigado pelo carinho com os poetas e poesias da Gambiarra Profana.

Deby Monteiro disse...

Perfeito... Lindo seu blog. Parabéns

Tomar um Tereré?

 
;