Click



quarta-feira, 1 de junho de 2011

Casulo



Há então, outras histórias pra viver, outros sorrisos pra plantar,
há outras imagens tão belas que nos fazem despir a alma em versos calejados
de dores de amor e desamor...

Há sim, plantações de lírios brancos no caminho,
sorvete de chocolate, arvores sob as quais se possa deitar. Há 
extremos que não se pode conter, e há minimidades que não pode
esconder de si mesmo!

Há, senão amor eterno, eternas alianças de cumplicidade e harmonia,
de amizade e desejo, de aceitação e consideração. Como chamar a essa combinação,
senão de Amor?

Há amizades que se transmutam em momentos da memória, e há amizades que nem mesmo 
o tempo dissolve ou afasta.

Hoje é dia 1° de Junho. Há muito que não me lembro do meu primeiro amor. Hoje me lembrei, seria o dia do nosso primeiro beijo há muitos anos atras. Acredito que ele não se lembre, mas fica registrado que em meu coração, primeiros amores são pequenas guloseimas pra me lembrar que o amor não morre, apenas muda!

E viva à mudança, só assim temos as mais lindas Borboletas Azuis.


Um beijo doce, meus amigos queridos ♥



"Conservai puro o foco dos vossos pensamentos,

com isso estabelecereis a paz

e sereis felizes."

Abdruschin

2 comentários:

soniaconsult disse...

Que lindo!!
Sabia que eu não lembro do meu primeiro beijo?
Do primeiro amor amor sim, mas não cheguei a beijá-lo, srsrs
coisa de criança.
obrigado pelo voto para a Lelé.

bjs e um lindo dia

Will disse...

Tão linda a forma como você imprime sua alma, seu corpo, suas memórias através dos versos.
Sou seu fã inveterado!
Bj com carinho.

Tomar um Tereré?

 
;