Click



sexta-feira, 11 de março de 2011

Blog Alegrias de Quintal ○•.


Sam disse...  




o vento me dita estardas
antes fosse aos meus ouvidos
mas rascunha em tempestade
o lamp6ejo das rosas
que sendo dos ventos
choram a tinta lânguida das brisas
que em mim, dita mais que uma direção.

Por onde seguir?
qual estrada de pó
que não seja o pó de estrelas devo me orientar?

Faço a brisa do momento
meu mais fiel navegante
com rabiscos em papel pardal
desenho meu arrebol
mais certo e mais correto
nesso porto ao longe
terra de ninguém.

Abraços, flores e estrelas...

Eu tô usando um comentário dessa poeta pra mostrar o espaço dela 
[que fui conferir]!
Ela tem lindezas infinitas...

Por Sam

Pra vcs curtirem também!!! ^_^•
Beijinhos ♥

2 comentários:

Lena disse...

Kiro, minha fofa
Lindo o poema!!!! Vou lá correndo conhecer o blog! Bjs.

Lena disse...

Oi, Kiro
Fui lá conhecer o blog da Sam... Fui e fiquei, pois lá é uma delícia. E acabamos nos conhecendo, ainda que virtualmente. Ela realmente é brilhante, de uma sensibilidade linda.
Não deveria nem ter pensado: você só pode recomendar coisas boas!
Beijos. Muito rico o seu blog, cada vez mais "recheado" de coisas notáveis!

Tomar um Tereré?

 
;